sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Audição Ensurdecida

Fonte: Google imagens (acesso em 30/01/2009)


Olha, menino,
Uma coisa tenho de dizer.
Veja, menino,
Tudo isso é por bem te querer.


Seja, menino,
Um menino de vida leal.
Chora, menino,
Mas persiga o seu ideal.


Não deixe o que era velho morrer;
Não deixe o que viveu lhe doer;
Não deixe a sua vida selar;
Não deixe a tua boca calar!


Mas fale sempre de coração,
E seles o que pode postar.
Se vida ou morte lhe dão a mão,
Agarre, menino, se fôr o seu manjar.


Escrito por Tiago Cesar Ventura Torres do Nascimento, em 2006.
Parabéns pelo valioso poema, amigo!


4 comentários:

  1. "Irei até onde o ar termina, irei até onde a grande ventania se solta uivando, irei até onde o vácuo faz uma curva, irei onde meu fôlego me levar."

    Clarice Lispector in A Hora da Estrela

    ResponderExcluir
  2. Um excelente Carnaval repleto de aroma, cor, animação, felicidade e muita festa.

    http://desabafos-solitarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. "Se vida ou morte lhe dão a mão,
    Agarre, menino, se fôr o seu manjar."

    isso é belo!
    ^^

    ResponderExcluir
  4. Não sou jornalista nem escrito. Sequer escrevo bem. Sou aposentado. Meu imposto de renda é retido na fonte pelo INSS. Já nosso querido apedeuta tem sua receita de INSS como anistiado político acima do teto do INSS livre de IR.
    Minha forma de lutar contra os desmandados implantados por este governo corrupto no Brasil é através de um blog http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/
    Gostaria de contar com a presença e dos comentários das pessoas de bem que não se conformam com a desonestidade, a falta de ética e a corrupção em nosso governo.

    ResponderExcluir